Pequena Eloá, uma das gêmeas siamesas de Alvorada D’Oeste que ainda precisa de cuidados especiais, recebe alta do Hospital São Lucas de Ouro Preto do Oeste

0 724

Uma história digna de ser eternizada em um livro de páginas repletas de muito amor, fé, apreensão, solidariedade, superação, emoção, alívio e, como não poderia faltar, um lindo final feliz, ou melhor dizendo, o início de mais uma história que começou no interior de Rondônia, na cidade de Alvorada D’Oeste.

Filhas de Vanderson Maia, de 32 anos, e Jacqueline Camer, de 29 anos, a vida das gêmeas siamesas Eloá e Sara, unidas pelo tórax, chegaram a ser desacreditadas por alguns médicos de Rondônia. Mas no último dia 23 de setembro, além de completarem o primeiro ano de vida, as gêmeas, ao lado da família, comemoraram, também, o reencontro das irmãs, após uma cirurgia complexa e inédita no Brasil.

O procedimento aconteceu em dezembro de 2020, no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas (Incor), em São Paulo. Foram oito horas de cirurgia e muita apreensão por parte dos pais, que saíram de Rondônia, em agosto do mesmo ano, em busca do procedimento para salvar a vida das gêmeas siamesas. Após a cirurgia, considerada um sucesso, o alívio e a emoção substituíram os sentimentos de medo e apreensão.

Em agosto, Sara recebeu alta e retornou para Rondônia com o pai. Já a irmã, Eloá, que apresenta uma situação de cardiopatia, permaneceu internada no Incor. Porém, no dia 22 de setembro, um dia antes de comemorar o primeiro aniversário, Eloá chegou a Rondônia acompanhada da mãe.

Uma estrutura médica, especialmente para atender os cuidados que Eloá necessita, foi montada na casa da família, em Alvorada D’Oeste. Eloá recebeu alta da Semi Intensiva Pediátrica do Hospital São Lucas, de Ouro Preto do Oeste, nesta segunda-feira (4), recebeu todo o atendimento necessário, acompanhada de perto por excelentes profissionais e com toda estrutura do Hospital São Lucas.

E além de ter ficado sob os cuidados de uma equipe que vem dedicando atenção especial à pequena Eloá, o Hospital São Lucas preparou uma festa de aniversário para celebrar o primeiro ano de vida das gêmeas, que finalmente, após quase um mês, puderam se reencontrar. A equipe médica do Hospital São Lucas, também está treinando os técnicos de enfermagem e enfermeiros que cuidarão da Eloá, durante 24 horas em Alvorada D’Oeste.

“Sem dúvida alguma só temos motivos para comemorar. São duas guerreiras que lutaram por suas vidas com muita força. Nós, a família, dedicamos todo o amor, afeto, esperança, muita fé em Deus e sempre com certeza de que tudo acabaria bem. Ainda temos os cuidados especiais com a Eloá, mas é com base na mesma fé de lá do início, que acreditamos em sua plena recuperação. Somos gratos a tanta gente, pessoas especiais que se envolveram muito com toda nossa história, mas hoje, em especial, quero agradecer todo carinho e atenção dos profissionais do Hospital de São Lucas. Nos trouxeram muita segurança para que tudo corresse bem com nossa Eloá.  Já o que dizer do carinho que nos foi dedicado com a preparação da festa de um ano das gêmeas? Só gratidão”, resumiram os pais Vanderson e Jacqueline.

Fonte: OportalRO.com

Loading...